segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Agimos certo sem querer, foi só o tempo que errou. Vai ser difícil sem você, porque você esta comigo o tempo todo. E se te amar nunca for para sempre? Que o nunca se torne sempre, e o sempre se torne nunca! Se ver, notara que sem você sou o mar sem peixes, as arvores sem folhas, o mundo sem vida e o anjo sem asas. Aonde foi que tu ouviu eu não gritar o teu nome? Te implorar que não apagasse o meu retrato do teu álbum, eu não podia, mas doeu quando feito. Agora esta tão longe e dos nossos planos de ficar bem? Tu lembras? Porque eu não consigo se quer acordar um dia sem ter a tua imagem na minha cabeça, o teu nome na minha boca, e a dor da saudade no meu peito. Te admirar sem dizer, é tentar voar sem ter asas, aquecer sem ter fogo, é ser incerto quanto a própria incerteza. Eu quero lembrar do brilho do teu olhar, do teu cabelo sobre a face, da tua mão pedindo para mim ficar. E o vento vai levando, todas as minhas insônias, meus receios e meus medos, porque você esta comigo o tempo todo, não estando.


4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. ...apenas o teu coração ao compasso do meu me dá a tênue impressão diante da pressão que sinto, que um dos sintomas de saber-me viva, e saber-te.

    ResponderExcluir